MINI – Avaliação de sintomas depressivos

A MINI foi traduzida e validada em 2000 e é um dos instrumentos mais interessantes para  investigação de sintomas depressivos, pois reflete os itens do DSM-IV para o diagnóstico de um episódio depressivo maior.

Sua limitação é que depende de um habilidade cognitiva moderada para ser confiável, razão pela qual não deverá ser aplicada no ambulatório em indivíduos com MEEM menor que 12. Embora não seja rotina no nosso ambulatório, nestes pacientes recomenda-se a Escala de Cornell para sintomas depressivos em pacientes com demência avançada.

Na aplicação da MINI, caso os itens A1 e A2 sejam respondidos como não, o teste é encerrado. Com uma ou duas respostas “sim” neste item prosseguimos o teste até a questão A3-g. Com 5 respostas “sim” temos um teste sugestivo de episódio depressivo maior.

mini-jpg

 

Clique aqui para fazer o download da MINI.